por ACA

Como profissionais, alunos, educadores, ainda estamos vivendo no boom do mundo digital, que nos foi imposta pela situação caótica da pandemia, e foi a nossa tábua de salvação, nos mantendo conectados com as pessoas, e com o passar dos dias, fomos abruptamente envolvidos num mundo cada vez mais virtual, onde as reuniões de trabalho, as aulas das escolas, a academia e muitas outras atividades ficaram 100% online e as comunicações digitais se tornando mais familiar e normal.

Além de nos ajudar a permanecer produtivos e unidos durante a pandemia, as reuniões virtuais ressaltaram vários pontos positivos que só os encontros presenciais possuem. Em meio a essa nova realidade, muitos sentem falta de estar mais presente nos lugares, e assim é importante não perdermos de vista a importância dos encontros presenciais e dos momentos informais, como aquele delicioso “cafezinho”.

Alguns setores de negócios aderiram o escritório virtual e muitos profissionais sentem falta das conversas casuais nos corredores do escritório, durante o almoço com os colegas de trabalho em refeitórios e até mesmo aquela reunião/almoço com um cliente.

Essas interações informais podem ser verdadeiros tesouros para o desenvolvimento da carreira, especialmente para os profissionais iniciantes. São nesses momentos que aprendemos como agir em situações informais, como nos comportarmos num ambiente profissional e como construir relacionamentos eficazes. O olho no olho fortalece parcerias e constroem RELACIONAMENTOS.

Como gosto de falar, “no momento atual sai na frente quem for bom no presencial.”

Por mais essenciais que sejam as reuniões virtuais, a tecnologia tem os seus desafios. No mundo presencial podemos observar a linguagem corporal, as expressões faciais e outros sinais não verbais que podem ser perdidos em conversas virtuais, ou seja, significados podem se perder, devido a rostos espremidos em uma grade de miniaturas ficam menos expressivos, e alguns podem dividir a atenção com outras telas, principalmente em reuniões virtuais com participantes com câmeras fechadas, (aqui abro um parêntese… eu particularmente repudio participar de reunião com pessoas que não abrem sua câmera, ressalva para problemas com qualidade de internet ou outra situação combinada previamente, por opção acho de tremendo desrespeito), essas situações que parecem cotidianas e sutis podem nos ajudar a entender melhor as nuances das interações profissionais e nos orientar na forma como nos conectamos e podemos colaborar e receber colaboração do outro.

Outro aspecto importante é a formação de redes de contatos. Rede de contato as vezes são muito mais valiosas que dinheiro. Posso afirmar categoricamente que tive situações em minha vida pessoal e profissional que poderia ter milhões de reais em banco, sem a pessoa certa no lugar certo, não teria conseguido e já tive situações que o saldo do banco estava recheado de zero e conquistei através de sólidas parcerias créditos simplesmente pelo motivo de em momentos informais ter compartilhado situações que gerou conexão e credibilidade para ambas as partes. Os momentos informais, como um “cafezinho”, podem ser oportunidades valiosas para a construção de relacionamentos duradouros e promissores. Durante esses encontros, podemos compartilhar interesses comuns, falar sobre nossos objetivos profissionais e estabelecer conexões significativas que podem abrir portas no futuro.

É verdade que as tecnologias virtuais têm nos proporcionado maior flexibilidade e conveniência em nossas interações profissionais. As vezes com 30 minutos resolvemos situações em reuniões virtuais, que por motivo de deslocamento por exemplo perderíamos 01 dia apenas para chegar ao local, sem contar a redução de custos que o mundo virtual proporciona, principalmente na economia com deslocamento, alimentação e hospedagem. No entanto, não podemos subestimar os benefícios dos encontros presenciais e dos momentos informais.

Portanto, é importante dar a devida atenção a importância das reuniões presenciais e do “cafezinho” com seus parceiros e futuros clientes. Devemos incluir esses momentos em nossa rotina profissional, mesmo em um mundo cada vez mais virtual.

E, para os líderes e gestores, é fundamental incentivar e proporcionar essas oportunidades aos seus profissionais, principalmente os mais jovens, para que possam se beneficiar dos auxílios intangíveis que apenas o contato pessoal pode proporcionar.

Vamos valorizar os encontros presenciais e os momentos informais, pois eles são essenciais nas formações de conexões significativas, aprender com os outros e aproveitar ao máximo essas oportunidades valiosas para o desenvolvimento pessoal e profissional.

Ah! Lembrem-se: o próximo “cafezinho” pode ser muito mais que uma pausa para o café, pode ser uma grande oportunidade.

Escrito por: Tikinha Albuquerque

Data: 25/04/2023

ACA
Sobre ACA
A importância da volta ao mundo presencial e daquele delicioso “cafezinho” com as pessoas.