por ACA

Durante a manhã do dia 24/10, a Associação Comercial e Empresarial de Arcoverde (ACA) realizou uma ação social de cabelo grátis em conjunto com Profissionais da Beleza lá no Presídio Brito Alves em Arcoverde. Na ocasião foram beneficiados com os cortes de cabelos grátis 25 detentos que estão reclusos no presídio de nossa cidade.

Confira abaixo a entrevista que a nossa equipe fez com um funcionário do Presídio Brito Alves e com uma profissional da beleza que participou dessa ação que teve o intuito de levar amor e descontração para o dia desses 25 idosos que estão pagando pelos seus erros e que querem voltar a ter uma vida digna em sociedade novamente. Confira:

Ruy – funcionário do Presídio Brito Alves

1 – Como surgiu a ideia de realizar essa ação social dentro do Presidio Brito Alves?

O grupo de idosos do PABA foi formado a mais de dois anos e possui encontros mensais e/ou quinzenais, mediados pelo psicóloga Angélica Oliveira e pela assistente social Veridiana Vasconcelos.

O trabalho que vem sendo realizado se propõe a dar visibilidade ao público atendido, compreendendo e acolhendo as especificidades do idoso dentro do sistema prisional.

Este ano, no mês que faz alusão do mês do idoso surgiu a ideia de fazer um cronograma de atividades voltado a este público. Dentre eles a parceria com a ACA, na intenção de trabalhar a autoestima e estimular o autocuidado.

2 – Como você vê a importância de uma ação como essa para os detentos que estão pagando pelos seus crimes dentro do Brito Alves?

Pensar em tais questão é importante porque quando o autocuidado é praticado por meio de hábitos saudáveis podem elevar o bem-estar emocional e, consequentemente, melhoram o humor e a disposição.

3 – Quais tipos de ações os detentos mais se engajam e pedem para serem realizadas?

O público atendido é geralmente muito receptivo e aberto as atividades propostas.

4 – Como você vê a importância da ACA em conjunto com os Profissionais da Beleza da cidade ao se disponibilizarem e realizarem ações como essa para os detentos do Brito Alves?

o envelhecimento é acompanhado de várias perdas e limitações e, quando somado ao processo de encarceramento, que também propõem estigmas e preconceitos que fragilizam a população que por ele passa podem acarretar em situações difíceis de serem enfrentadas.

Ações e parcerias como estas podem trazer mais leveza ao dia-a-dia, isso evita o agravamento de doenças pré-existentes e promove saúde mental. Corroborando, por consequência ao processo de ressocialização, uma vez que cuidar do humano, é cuidar do social.

Silene – Empresária do Salão Fio a Fio

1 – Como surgiu a ideia de realizar essa ação social dentro do Presidio Brito Alves?

A ideia surgiu pela Associação Comercial e Empresarial de Arcoverde (ACA), que entrou em contato comigo e de prontidão eu e mais uma funcionária do salão fomos participar dessa ação tão importante.

2 – Como você vê a importância de uma ação como essa para os detentos que estão pagando pelos seus crimes dentro do Brito Alves?

A importância é total. Até por que essas pessoas elas já estão pagando pelos seus erros, não vou lá para julgar e nem estou para julga, estou para demonstrar um pouco de amor. Pois as vezes nem sempre é dinheiro ou objetos materiais que dão um retorno, as vezes uma palavra, um gesto de carinho é mais importante que essas coisas materiais.

3 – Como você vê a importância da ACA em conjunto com os Profissionais da Beleza da cidade ao se disponibilizarem e realizarem ações como essa para os detentos do Brito Alves?

Ainda acho muito pouco, pois as pessoas não se disponibilizam em ajudar ou prontas a servir e isso é uma questão de costume. Nós temos o costume de pedir e nunca de doar e essa ação é uma questão de doação para o próximo. Estarei aqui sempre que precisarem da minha ajuda.

Para mais informações sobre os próximos eventos a serem realizados pela a ACA, entre em contato pelo WhatsApp: (87) 9.9909-0675 ou pelo fixo (87) 3821-0776.

ACA
Sobre ACA
ACA e Profissionais da Beleza realizaram ação social no Presídio Brito Alves